Bibliografia (Selecção)


Monografias

- Manuel Botelho e João Lima Pinharanda, Manuel Botelho (Texto de João Lima Pinharanda, “Livro de Enganos”), Estar, 2000.


  • Volumes

    - João Pinharanda, “Manuel Botelho”, Centro de Arte Moderna José de Azeredo Perdigão: Roteiro da colecção, coordenação de Leonor Nazaré, Fundação Calouste Gulbenkian 2004.

    - Joana Sousa Monteiro, “Manuel Botelho”, Arte Portuguesa do século XX, CD-ROM, direcção científica de Raquel Henriques da Silva, IAC, 1998.

    - João Pinharanda, “O declínio das vanguardas, dos anos 50 ao fim do milénio”, História da Arte Portuguesa, (vol. III: do Barroco à Contemporaneidade), direcção de Paulo Pereira, Lisboa, Circulo de Leitores, 1995.


  • Textos de catálogos – exposições individuais de Manuel Botelho

    - João Pinharanda, Conta-me como foi…; catálogo da exposição Cartas de Amor e Saudade, Centro Cultural de Cascais, 2011.

    - José Luís Porfírio, Manuel Botelho – Aerogramas para 2010, catálogo da exposição colectiva: Professores, Centro de Arte Moderna José de Azeredo Perdigão, Fundação Calouste Gulbenkian, 2010-2011.

    - João Pinharanda, Manuel Botelho… a guerra continua; catálogo da exposição Madrinha de Guerra, Centro Cultural de Lagos, 2009.

    - João Pinharanda, Os relatórios secretos de Manuel Botelho, catálogo da exposição CONFIDENCIAL/DESCLASSIFICADO II: ração de combate, Fundação EDP, Museu da Electricidade, 2008.

    - João Pinharanda, texto da folha de sala da exposição CONFIDENCIAL/DESCLASSIFICADO I: inventário, Museu de Arte Contemporânea de Elvas, 2008.

    - Leonor Nazaré, Ditosas Pátrias, catálogo da exposição Rigor Mortis, Galeria João Esteves de Oliveira, Lisboa, 2007.

    - João Pinharanda, Vida Mundial e auto-retratos, catálogo da exposição Manuel Botelho, Desenho e Pintura, 1984-2004, Centro de Arte Moderna José de Azeredo Perdigão, Fundação Calouste Gulbenkian, 2005.

    - José Luís Porfírio, “Visitação”, catálogo da exposição no Museu Nacional de Arte Antiga, Lisboa/ Lisbon, 2000.

    - Maria Helena de Freitas, catálogo da exposição na Galeria Municipal de Montemor-o-Novo, 1999.

    - Maria Helena de Freitas, Manuel Botelho: O elogio da Pintura, catálogo da exposição na Fundação Calouste Gulbenkian, Lisboa 1994.

    - Ruth Rosengarten, catálogo da exposição na galeria Flowers East, Londres 1992.

    - Joaquim Matos Chaves, catálogo da exposição Galeria 5, Coimbra, 1991.

    - Timothy Hyman, catálogo da exposição na Fundação Calouste Gulbenkian, Lisboa, 1986.


  • Artigos em Publicações Periódicas

    - Celso Martins, “Madrinha de Guerra”, Expresso, 29/03/2009.

    - Vladimiro Nunes, A arte da guerra, Sol, 28/02/2009

    - Filipa Oliveira, Quem vai à guerra, L+Arte, Junho de 2008.

    - Miguel Amado, Manuel Botelho, Artforum [Online], June 2008

    - Maria Leonor Nunes, Rações de Guerra, Jornal de Letras, 20/05/2008.

    - Ana Ruivo, Arte da Guerra, Expresso, 10/05/2008.

    - Alexandra Prado Coelho, Encenação da guerra colonial, Público, 26/4/2008.

    - José Luís Porfírio, A impureza da pintura: um estudo de um pintor português sobre Philip Guston, Expresso, 15/9/2007.

    - José Luís Porfírio, Manuel Botelho: Rigor Mortis, Expresso, 26/5/2007.

    - Alexandre Pomar, “Guston em Contexto – até ao regresso da figura, de Manuel Botelho” [Online] Abrir link

    - Lúcia Marques, “Manuel Botelho, desenho e pintura, 1984-2004”, Arte e Parte: Revista de Arte, nº57, 2005.

    - Tomás Rosa, “Manuel Botelho, a força do desenho”, Magazine artes, Abril 2005.

    - Rocha de Sousa, “Botelho, catarse pela pintura”, Jornal de Letras, 12/4/2005.

    - Vladimiro Nunes, “Olhar, ver e revelar”, Arquitectura e Vida, Março 2005.

    - Vera Valadas Ferreira, “Articulação de múltiplas referências: Realidade versus subjectividade”, Capital, 1/3/2005.

    - Luísa Soares de Oliveira, “A aura das imagens que nos invadem”, Público, 5/3/2005

    - José Luís Porfírio, “Um pintor testemunha: duplo itinerário pela obra de Manuel Botelho”, Expresso, 5/3/2005.

    - Vanessa Rato, Manuel Botelho inédito na Fundação Gulbenkian”, Público, 24/2/2005.

    - Cláudia Almeida, “Fragmentos no espaço”, Visão, 24/2/2005.

    - Maria Leonor Antunes, “Manuel Botelho: Mundos cruzados”, Jornal de Letras, 16/2/2005.

    - Leonor Nazaré, “Uma obra na colecção do CAMJAP: Manuel Botelho”, Newsletter Fundação Calouste Gulbenkian, Setembro 2004.

    - Luísa Soares de Oliveira, “Maré Negra sobre a pintura”, Público, 20/9/2003.

    - Celso Martins, “Manuel Botelho”, Expresso, 20/9/2003.

    - Pedro Teixeira Neves, “João Lima Pinharanda / Manuel Botelho”, Arte Ibérica, Fev. / Feb. 2001.

    - Alexandre Pomar, “Manuel Botelho”, Expresso, 6/1/2001.

    - Lúcia Marques, “Manuel Botelho”, Expresso, 10/2/2001.

    - Luísa Soares de Oliveira, “Um exemplo a reter”, Público, 13/1/2001.

    - Luísa Soares de Oliveira, “Visitar a história”, Público, 13/1/2001.

    - Alexandre Pomar, “O antigo e o novo”, Expresso, 12/8/2000.

    - Celso Martins, “M.B.”, Expresso, 5/8/2000.

    - Luísa Soares de Oliveira, “Passos da vida do artista”, Público, 28/7/2000.

    - José Luís Porfírio, “Autor e Testemunha”, Expresso, 25/7/1998.

    - João Pinharanda, “Discurso à margem”, Público, 24/7/1998 e/and 30/7/1998.

    - Alexandre Pomar, “M.B.”, Expresso, 18/7/1998.

    - Luísa Soares de Oliveira, “M.B.”, Público, 10/7/1998.

    - Alexandre Pomar, “Circuito do Porto” (A. Palolo, G. H. Cortesão, J. Sarmento, M. Botelho, etc.), Expresso, 25/4/1998.

    - Alexandre Pomar, “M.B.”, Expresso, 4/11/1995.

    - Isabel Carlos, “M.B.”, Expresso, 28/10/1995.

    - João Pinharanda, “M.B.”, Público, 27/10/1995.

    - Alexandre Pomar, “M.B.”, Expresso, 21/10/1995.

    - Luísa Soares de Oliveira, “M.B.”, Público, 20/10/1995.

    - José Luís Porfírio, “Ordem mínima”, Expresso, 14/10/1995.

    - Luísa Soares de Oliveira, “M.B.”, Público, 13/10/1995.

    - João Pinharanda, “M.B.” Público, 12/11/1994.

    - Alexandre Pomar, “Manuel Botelho, Pedro Cabrita Reis”, Expresso, 6/8/1994.

    - Alexandre Pomar, “Manuel Botelho, Judeus Portugueses, Fábulas de La Fontaine”, Expresso, 30/7/1994.

    - Leonor Nazaré, “M.B.”, Expresso, 23/7/1994.

    - Cristina Azevedo Tavares, “Duas propostas”, Jornal de Letras, 20/7/1994.

    - Alexandre Pomar, “M.B.”, Expresso, 16/7/1994.

    - Alexandre Pomar, “M.B.”, Expresso, 9/7/1994.

    - Eurico Gonçalves, “M.B.”, Diário de Notícias, 7/7/1994.

    - Alexandre Pomar, “M.B.”, Expresso, 2/7/1994.

    - João Pinharanda, “M.B.”, Público, 1/7/1994.

    - Cristina Azevedo Tavares, “O predomínio da instalação”, Colóquio Artes, Julho/Setembro /July /September 1994.

    - Ruth Rosengarten, “Manuel Botelho”, Visão, 30/6/1994.

    - Alexandre Pomar, “Voltar a dizer”, Expresso, 25/6/1994.

    - Luísa Soares de Oliveira, “M.B.”, Público, 24/6/1994.

    - João Pinharanda, (sem título / untitled), Público, 17/6/1994.

    - Botelho, P. Calapez), Expresso, 10/7/1993.

    - José Luís Porfírio, “Lugares de passagem” (A. Rosa, C. Nogueira, M. Botelho, P. Calapez), Expresso, 10/7/1993.

    - David Lillington, “Manuel Botelho and Friends”, Time Out, 5/2/1992.

    - Ralph Sagar, “Manuel Botelho”, What’s on, 5/2/1992.

    - João Pinharanda, “Manuel Botelho expõe em Londres”, Público, 28/1/1992.

    - Alexandre Pomar; “Botelho em Londres”, Expresso, 25/1/1992.

    - João Pinharanda, “M.B.”, Público, 1/3/1991.

    - José Luís Porfírio, “Da necessidade da imagem” (Graça Morais, Manuel Botelho, Rui Sanches), Expresso, 23/2/1991.

    - Luísa Soares de Oliveira, “A Figura Indiferenciada”, Público, 15/2/1991.

    - Alexandre Pomar, “M.B.”, Expresso, 16/2/1991.

    - Bernardo Pinto de Almeida, “Manuel Botelho”, Lapiz, nº 67, Abril de / April 1990.

    - Carlos Vidal, “M.B.”, Público, 16/3/1990.

    - José Luís Porfírio, “Razão e emoção”, Expresso, 25/2/1989.

    - João Pinharanda, “M.B.”, Jornal de Letras, 21/2/89.

    - Paula Moura Pinheiro, “Manuel Botelho e Zush”, Expresso, 18/2/89.

    - Alexandre Pomar, “Manuel Botelho e Zush”, Expresso, 11/2/1989.

    - João Pinharanda, “M.B.”, Jornal de Letras, 7/12/87.

    - Alexandre Pomar, “M.B.”, Expresso, 5/12/1987.

    - Alexandre Melo, “M.B.”, Expresso, 28/11/1987.

    - José Luís Porfírio, “Públicas figuras, jogos privados” (Varanda, Botelho, Gaetan, Lapa), Expresso, 21/11/1987.

    - João Pinharanda, “M.B.”, Jornal de Letras, 27/10/1986.

    - José Luís Porfírio, “Manuel Botelho: figuração preocupada”, Expresso, 25/10/1986.

    - João Pinharanda, “M.B.”, Jornal de Letras, 20/10/1986.

    - Alexandre Melo, “M.B.”, Expresso, 18/10/1986.

    - Porfírio Alves Pires, “Uma escrita feita de excessos”, Diário de Lisboa, 17/10/1986.

    - Manuela de Azevedo, “As denúncias de Botelho”, Diário de Notícias, 14/10/1986.

    - João Pinharanda, “M.B.” Jornal de Letras, 13/10/1986.

    - Alexandre Pomar, “Manuel Botelho”, Expresso, 11/10/1986.


  • Entrevistas e Depoimentos

    - Teresa Pizarro, Entrevista a Manuel Botelho, Molduras, RTP – Antena 2.

    - Vladimiro Nunes, “Não sou institucionalizável”, A Capital, 15/4/2005.

    - Manuel Botelho (exposição no Centro de Arte Moderna José de Azeredo Perdigão), Magazine Artes, RTP 2, 2005.

    - Luísa Soares de Oliveira, “Manuel Botelho: A vida das imagens”, ArtLink, Fev./Feb. 2001.

    - Depoimento (sobre Carlos Botelho), Diário de Notícias, 18/9/1999.

    - Depoimento, revista Adolescentes, Outubro/Novembro 1998.

    - Depoimento (sobre Paula Rego), Público, 16/5/1997.

    -Entrevista por Carlos Saraiva Pinto, Primeiro de Janeiro, 27/2/1990.

    - Entrevista por Rodrigues da Silva, Diário de Lisboa, 4/8/1989.


  • Livros e textos de Manuel Botelho

    - Manuel Botelho. Guston em contexto; até ao regresso da figura. Lisboa; Livros Vendaval, 2007.

    - “Percursos paralelos: um projecto pessoal de pintura e uma análise da obra de Guston”, tese de doutoramento, Faculdade de Belas Artes da Universidade de Lisboa, orientadora: professora Isabel Sabino, 2006 (não publicado – acessível nas bibliotecas da FBAUL e da Reitoria da Universidade de Lisboa.

    - “Os Espaços do Desenho”, catálogo da exposição, Botelho: Desenho, Casa da Cerca, Almada, 1999.

    - “Botelho: o desafio da criatividade”, catálogo da exposição, Botelho, Museu Arpad Szènes – Vieira da Silva, Ed. Câmara Municipal de Lisboa e Fundação Arpad Szènes – Vieira da Silva, 1999.

    - Retrato a preto e branco: visita guiada à obra de Carlos Botelho, Provas de aptidão pedagógica e capacidade científica, Faculdade de Belas Artes da Universidade de Lisboa, 1998 (não publicado – acessível na biblioteca da FBAUL).

    - Breve abordagem ao processo criativo: aula teórico-prática (relatório), Provas de aptidão pedagógica e capacidade científica, Faculdade de Belas Artes da Universidade de Lisboa, 1998 (não publicado – acessível na biblioteca da FBAUL).

    - Raquel Henriques da Silva e Manuel Botelho, Carlos Botelho, Ed. Presença, Lisboa /Lisbon, 1995.

    - “Botelho: os anos diferentes”, catálogo da exposição Carlos Botelho, Palácio Galveias, Ed. Lisboa 94 e Livros Horizonte, 1994.

    - “Esboço para um retrato a preto e branco”, catálogo da exposição de Carlos Botelho na Fundação Calouste Gulbenkian, 1989.

    - “Carta aos Colegas das Artes”, Jornal de Letras, 5/4/1988.